Investimento em CDB: O que é e como funciona

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título privado emitido por bancos, com o objetivo de captar recursos para financiar atividades como, por exemplo, de crédito. Uma explicação mais simplista é a de que o cliente empresta seus recursos ao banco por um prazo acordado, e o banco devolve esse montante acrescido de uma taxa de juros no período.

Há três tipos de CDBs:

  • Prefixados: possuem a remuneração atrelada a um percentual do
    CDI, e por isso é possível estimar o valor que será resgatado no seu
    vencimento;
  • Pós-fixados: acompanham a variação no período de aplicação da
    taxa de juros do país (Selic) e costuma ser o mais comum entre os
    investidores;
  • E os que remuneram a uma taxa prefixada somada a algum índice
    de inflação, como IPCA ou IGP-M;

O CDB é mais indicado quando os juros estão em tendência de alta, porque a rentabilidade acompanha a elevação da taxa e é necessário se atentar ao % do CDI que está sendo oferecido pela instituição financeira, que pode variar de cerca de 80% a 120% do CDI.

Vantagens de investir em CDB

  • É coberto pelo FGC;
  • Recomendável para diversificar carteiras de investidores que priorizam segurança pela garantia do FGC.

Desvantagens

  • Há a cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para aplicações de menos de 30 dias;
  • Em caso de alocação acima de R$250 mil, o investidor poderá perder o valor aplicado acima deste em caso de falência – ou intervenção do Banco Central – da instituição emissora do ativo;

Como investir em CDB

Pesquise qual prazo e taxa deseja obter no período de aplicação. Estes ativos são emitidos e distribuídos por diversas instituições financeiras, então podem ter diferenças importantes. Sendo assim, o investidor poderá considerar qual CDB se adequa mais ao seu perfil e necessidade.

Risco

Recomendamos que estabeleça o limite de R$250 mil por aplicação. No caso de aplicar acima deste valor, sugerimos a diversificação a partir de R$250 mil por instituição, minimizando seu risco.

Aplicações mínimas

A depender da instituição financeira emissora do ativo. CDB’s com liquidez diária geralmente aceitam investimentos a partir de R$1,00.

Prazo e liquidez

Pode variar, oscilando desde a liquidez diária à data de vencimento proposta pelo emissor do ativo, que pode chegar a até 5 anos.

Há a possibilidade de optar por um CDB que possui liquidez diária. Há outros que estabelecem datas prefixadas para resgate.

Certificação

Certifique-se no momento da aplicação que a corretora possua o selo Cetip Certifica. Essa é mais uma garantia de segurança e transparência ao investir em renda fixa, visto que sua aplicação estará registrada em seu CPF na B3 (ex-Cetip).

Impostos

Conforme informamos acima, investimentos no CDB estão sujeitos a tributação pelo Governo. Confira a tabela abaixo:

  • 22,5% até 6 meses
  • 20% de 6 meses a 1 ano
  • 17,5% de 1 ano a 2 anos
  • 15% superior a 2 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *